Planta que elimina o desejo pelo cigarro

Todos já sabem dos efeitos negativos do tabagismo, mas mesmo assim acabar com esse hábito é um desafio para a maioria.

A nicotina é uma das maiores razões pela qual as pessoas continuam fumando. Ela é a substancia do cigarro que causa a dependência.

Após alguns cigarros o corpo se acostuma com a nicotina e torna-se incapaz de funcionar como antes sem ela.
Pelo vicio, quando mais você fuma mais nicotina você precisa. Quando o corpo não tem nicotina, o fumante fica inquieto. Esta condição é conhecida como abstinência e leva um certo período de tempo para ser superada.

Mesmo que os sintomas físicos normalmente desapareçam depois de alguns dias, o desejo de permanecer geralmente permanece por mais tempo.

Mas se você está determinado a parar de fumar, vamos te ajudar.

Revelaremos o que poucos sabem: uma planta que tem o poder de destruir a ânsia pelo cigarro.

Qual o nome dessa planta? Como usá-la para combater a vontade de fumar?

Continue lendo.
A estévia (Stevia rebaudiana) é capaz de diminuir o desejo pelo cigarro.

Esta planta faz parte da família do crisântemo, é originária do Paraguai e é muito usada como um adoçante natural.

No  Brasil, a estévia é mais facilmente encontrada na forma de pó oi líquido, em lojas de produtos naturais e bons supermercados.

A terapia antitabagismo com estévia é fácil.

Basta aplicar algumas gotas de estévia sobre a língua cada vez que sentir o desejo de fumar.
Por incrível que pareça, este truque simples é extremamente eficaz em eliminar qualquer desejo por cigarro.

Se puder conseguir as folhas frescas de estévia, melhor ainda: simplesmente mastigue uma quando vier à vontade.

Não exceda a dose de oito folhas por dia.

No caso de usar estévia liquida (industrializada), é muito importante averiguar se o produto é natural e 100% estévia, pois há muitas marcas que usam misturas.

Importante!

É muito raro, mas existem pessoas que são alérgicas à estévia.

Se este for o seu caso, não consuma esta planta.

via-http://positivasvibracoes.com.br/

AQUI NA ROÇA SOMOS FELIZES CONFIRA !

SE VOCÊ FIZER ISTO EM UM VASO DE PLÁSTICO, VAI TER CENTENAS DE LARANJAS NAS SUAS MÃOS

A tangerina (também conhecida como laranja-cravo, bergamota, poncã, mandarina) está entre as frutas mais aromáticas e suculentas.

Como se trata de um alimento muito refrescante, é superconsumida em climas quentes.

Neste post, vamos ensinar como plantar essa variedade de laranja em sua casa, de maneira fácil e rápida.

É isso mesmo!

Você não precisa ter um imenso jardim ou pomar para desfrutar do sabor das laranjas.

Tudo o que você precisará é de um vaso de plástico.

Essa fruta é um cítrico com propriedades poderosíssimas que ajudam a fortalecer o sistema imunológico e a saúde em geral.

Saiba mais:

– É um poderosos anti-inflamatório

– Trata doenças pulmonares

– É energética

– É uma fonte de vitamina C

– Contribui para o bom funcionamento intestinal

Aumenta a imunidade

Siga as orientações para plantar essa laranja e obtenha centenas dela em apenas um vaso de plástico.

Bastam sete passos simples:

1º Escolha um pote grande e com furos embaixo.

2º No fundo do vaso, coloque pequenas pedras e um pouco de terra orgânica para uma boa drenagem.

3º Adicione um pouco de areia, se desejar.

4º Plante algumas sementes de laranja ou algumas mudas.

5º Coloque o pote em alguma lugar onde a luz do sol possa chegar

6º Molhe a planta regularmente, principalmente quando perceber que a terra está muito seca

7º Pode as folhas quando estiverem secas

Agora é so aguardar o pé ficar carregado de laranjas!

Mas temos ainda duas dicas muito importantes:

– Sempre que possível, use fertilizantes orgânicos com zinco, ferro e magnésio, como o húmus de minhoca.

– Quando a árvore começar a dar frutos, colha as laranjas de forma delicada, para não desgastar a planta.
Leia mais em https://www.curapelanatureza.com.br/post/08/2016/se-voce-fizer-isto-em-um-vaso-de-plastico-vai-ter-centenas-de-laranjas-nas-suas-maos#qHvl3pVAClYY73Xk.99

 

CONHEÇA SEIS ANTIBIÓTICOS NATURAIS.Os antibióticos não podem faltar nas caixas de remédio.

Os antibióticos não podem faltar nas caixas de remédio. Desde o século XX chegaram para revolucionar a medicina e combater as infecções. Porém, nem tudo se reduz à penicilina. Há muitas outras opções de antibióticos naturais que atacam a região infectada da mesma forma.

O uso inadequado de substâncias antibacterianas fez com que desenvolvessem células resistentes ao mal-estar. Por isso, é indispensável manter um estilo de vida saudável e prevenir efeitos colaterais ainda piores.

Um dos melhores remédios é usar os benefícios das plantas medicinais que fortalecem de forma natural o sistema imunológico, reduzem a quantidade de germes e, além disso, criam uma defesa contra os micróbios e vírus.

Antibióticos naturais e suas propriedades

Gel de aloé vera, mel e limão;

O aloe vera é um dos antissépticos naturais mais eficazes graças ao seu alto teor de ácido salicílico e lactato de magnésio, que ajudam a reduzir a inflamação e a dor.
Isso sem contar que faz um excelente trabalho de forma tópica, pois cicatriza e regenera a pele. A polpa do aloe vera ajuda a tratar resfriados e coceira na garganta.
á o limão é um expectorante e antiviral capaz de combater a congestão.

Ingredientes

  • 1 colher de gel de aloe vera (15 g);
  • O suco de 1 limão;
  • 1 colher de sopa de mel (25 g);

Modo de uso

  • A única coisa que precisa ser feita é bater a polpa de babosa com o suco de um limão e a colher de sopa de mel.
  • Faça-o por 3 dias e verá os resultados.

Nota: não é recomendável para mulheres grávidas e nem para crianças menores de 8 anos.

 Mostarda preta em pó

 

Se você sofre de resfriado, tente banhar seus pés com um pouco de mostarda. A razão? A mostarda tem propriedades que aumentam a temperatura do corpo com a finalidade de eliminar toxinas.

Ingredientes

  • 8 xícaras de água (2 litros);
  • 1 colher de sopa de mostarda em pó (10 g);

Como usar?

  • Em 2 litros de água quente, adicione uma colher de mostarda em pó.
  • Bata até que se dissolva por completo.
  • Mergulhe os pés durante 15 a 20 minutos.

Nota: não exceda o tempo para evitar vermelhidão, inflamação ou, em casos piores, bolhas.

Suco de laranja, cenoura e levedura de cerveja

Congestão na garganta? O suco de cenoura é uma fonte natural rica em vitamina A que alcaliniza o sistema circulatório. Assim, estimula, hidrata e limpa o organismo, sendo um dos melhores antibióticos naturais.
Por sua vez, a laranja é um antioxidante e desinfetante.
E a levedura de cerveja? Aumenta as defesas no organismo devido aos seus efeitos antimicrobianos graças ao seu teor de vitamina B e zinco.

Ingredientes

  • O suco de 1 cenoura;
  • O suco de 1 laranja;
  • 1 colher de sopa de levedura de cerveja (10 g);

Modo de uso

  • Primeiro é preciso misturar o suco de cenoura e laranja.
  • Adicione uma colher de sopa de levedura de cerveja e combine bem.
  • Consuma pelas manhãs antes do café da manhã.
  • Além de sentir alívio na garganta, seus pulmões também agradecerão.

Abacaxi

Este remédio é ideal para alergias nasais ou sinusite.
Ainda que a maioria não leve em conta as propriedades do abacaxi por seu alto teor de água, ajuda a diminuir a retenção de líquidos e facilita a eliminação de toxinas.

Modo de uso
Você decide, pode consumi-lo em rodelas durante o dia ou beber um suco de abacaxi pela manhã.
Tomilho, sálvia e limão

Uma maneira de prevenir infecções é voltar à época em que os avós nos colocavam para fazer gargarejos.
O tomilho e a sálvia são antissépticos que combatem os germes que se alojam nos pulmões e principalmente na garganta.
O limão, por sua vez, contém ácidos que se encarregam de diminuir a mucosidade e aliviar a coceira, irritação e dor na garganta.

Fonte:http://barrosoambientalista.com

Veja agora como fazer um sabonete que irá atuar como repelente, deixando o mosquito transmissor longe de você:

Sabonete caseiro – Anti Zika, Dengue e Chikungunya

Nesta época do ano, começam a aparecer várias doenças devido ao nosso clima tropical… entre elas, dengue, zika e chikungunya. Veja agora como fazer um sabonete que irá atuar como repelente, deixando o mosquito transmissor longe de você:

O efeito repelente será conseguido pela utilização de óleos essenciais poderosos: Cravo, Citronela e Neem… Veja como fazer:

MATERIAL NECESSÁRIO:

– Meio quilo de Glicerina Neutra
– 50 ml de óleo essencial ( Cravo, Citronela ou Neem )
– Essência aromática ( opcional )
– Corante ( Opcional )
– Formas de sabonete

COMO FAZER:

– Derreta a glicerina em banho-maria
– Adicione o corante (3 gotinhas)
– Em seguida adicione o óleo essencial de sua escolha
– Acrescente 5 gotinhas da essência aromática
– Despeje a mistura em formas de sabonete
– Espere esfriar e desenforme.

O óleo tem uma excelente fixação na pele… prolongando o efeito repelente.

fonte-http://coisasdecasaetal.blogspot.com.br/2016/04/sabonete-caseiro-anti-zika-dengue-e.html

Chá da pitangueira combate problemas de próstata.Saiba como fazer o chá dessa frutinha milagrosa!

A pitangueira proteger o DNA celular contra mutações que pode resultar na formação de um câncer.

Atenção homens! Se você tem câncer de próstata, uma boa solução natural para ajudar no tratamento é a pitangueira. A partir das propriedades medicinais contidas nessa planta, ela pode proteger o DNA celular contra mutações que pode resultar na formação de um câncer.

Sobre a pitangueira

Rica em vitaminas e substâncias químicas, a pitangueira figura na lista de plantas que trazem inúmeros benefícios para a saúde. Ela melhora a defesa do organismo contra microorganismos e radicais livres. As substâncias contidas nas suas folhas auxiliam no tratamento da diabetes, além de ter efeito calmante.

Foto: Pixabay

Elas também são usadas no tratamento de febre, obesidade, doenças estomacais, doenças cardiovasculares, reumatismo, bronquite e diarreia.

Devido à vitamina A e os licopenos, o chá de pitangueira é excelente para normalizar a pressão arterial e combater doenças da próstata. Ele ainda tem ação antioxidante, calmante, anti-inflamatória e diurética.

Na composição da planta, destaque ainda para a presença de antocianinas, pigmentos antioxidantes; os carotenoides, que previne as doenças degenerativas, a exemplo da doença arterial coronária, catarata e câncer; e os fenóis, que funcionam como anti-inflamatórios celulares.

Indicada para os problemas de próstata

O chá da pitangueira é indicado para os pacientes que desenvolveram câncer de próstata. Outro destaque vem da condição de proteção que ela apresenta quanto às mutações no DNA celular.

Porém, é importante que fique claro que o tratamento com o chá de pitangueira deve ser informado ao médico, pois a substância pode causar efeitos indesejáveis, caso seja consumida por um longo período.

Chá da pitangueira

Ingredientes

  • 1 litro de água;
  • 3 colheres (de sopa) da folha da pitangueira.

Modo de preparo

Coloque a água para ferver em uma panela. Assim que entrar em ebulição, adicione as folhas e ferva por cerca de dois minutos. Depois, desligue o fogo. Deixe a panela tampada. Durante o restante do dia, tome um pouco do chá.

FONTE-https://www.chabeneficios.com.br/cha-da-pitangueira-combate-problemas-de-prostata/

Confira formas de se reutilizar o saquinho do chá

A lista de utilidades dos saquinhos dos chás são tão vastas quanto os benefícios da bebida. Descubra como reutilizar o sachê do chá.

O chá é uma bebida presente em quase todas as casas. Por ser uma das melhores soluções para tratar diversos tipos de problemas de saúde, é difícil conhecer alguém que nunca tomou a bebida para tentar aliviar algum sintoma.

Geralmente, depois de preparar a bebida, o sachê do chá é jogado no lixo, certo? Mas saiba que a lista de utilidades dos saquinhos desses chás podem ser tão vastas quanto os benefícios da própria bebida.

Maneira de reutilizar o sachê do chá

Aliviar irritações na pele

Foto: Pixabay

Existem várias receitas de chás que fazem bem para a pele. Na verdade, quase todas elas possuem propriedades que ajudam a retardar o processo de envelhecimento celular. Pois saiba que o saquinho da bebida também tem uma função para o maior órgão do corpo humano.

Colocar o sachê de chá em cima de picadas de inseto ajuda a aliviar e a sarar o problema. Vermelhidão, coceiras, irritação e inchaço na pele podem ser reduzidos graças ao tanino presente no saquinho.

O segredo é molhar a bolsinha de chá com água e pressioná-la na região irritada por até 15 minutos.

Adubo para as plantas

Foto: depositphotos

Colocar os saquinhos como adubo nas plantas é uma ótima forma de reduzir o pH do solo. Isso também ajudará que elas cresçam livres de fungos.

Evita ratos e insetos

O cheiro liberado pelo saquinho incomoda ratos, baratas, aranhas e outros insetos. Basta espalhar o sachê de chá em lugares estratégicos, como despensas e armários.

Limpeza na casa

Foot: Pixabay

Substitua certos produtos de limpeza pelo saquinho de chá. Ele pode ser usado como ingrediente para reduzir manchas, gorduras e impurezas de espelhos e azulejos. Quanto pior  a mancha mais tempo o saquinho deve permanecer no objeto.

Alivia diversos tipos de mau cheiro

Foto: Pixabay

Quem cozinha sabe como é difícil remover o cheiro da cebola ou do alho que ficam na mão depois de entrar em contato com tais ingredientes. O sachê de chá é uma ótima forma de eliminar o mau cheiro.

Pessoas que suam muito pelos pés e acabam deixando odor desagradável nos sapatos, também podem usar no saquinho para aliviar o cheiro.

O saquinho de chá também pode ser usado dentro da geladeira para absorver os odores das comidas.

FONTE-https://www.chabeneficios.com.br/confira-formas-de-se-reutilizar-o-saquinho-do-cha/

Plantas tóxicas que não devem ser usadas para fazer chás

Vegetais venenosos podem causar intoxicação, vômito, diarreia e outros sintomas graves

Muitos de nós temos plantas tóxicas em casa, sem nem sabermos. Elas estão espalhadas pelos nossos parques e jardins e jamais devem ser usadas para consumo em chás, sucos ou outras receitas caseiras.

“Sua ingestão [de plantas tóxicas] pode causar alterações nos sistemas, circulatório, gastro-intestinal e nervoso central. Cerca de meia hora após a ingestão de uma planta venenosa, a vítima pode apresentar sinais clássicos de colapso circulatório; freqüência cardíaca alta; queda de pressão arterial; sudorese; cianose e fraqueza”, informa o site da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Veja os exemplos de plantas tóxicas que temos que ter atenção redobrada quanto ao seu cultivo, principalmente quem tem crianças ou animais em casa. Fique atento(a) e saiba quais PLANTAS   não cultivar para fins fitoterápicos.

Plantas tóxicas para você jamais usar nos seus chás

Planta comigo-ninguém-pode

Planta comigo-ninguém-pode é considerada uma das mais tóxicas (Foto: Forest & Kim Starr/ Wikimedia Commons)

Esta é uma planta ornamental de folhas largas, com manchas brancas ou amarelas, e caule grosso.

Ela causa irritação, inchaço na língua, lábios e gengiva, vômitos e irritação nos olhos. Ao menor consumo, procurar imediatamente um serviço médico de urgência.

Mamona

Planta que gera fruto espinhoso, a mamona é altamente tóxica  (Foto: Ricardo André Frantz/ Wikimedia Commons)

A toxina que está presente na semente da mamona, provoca cólicas, vômitos, diarreia, distúrbios alérgicos, asma e espirros.

Ao consumir acidentalmente essa planta, você deve provocar o vômito e, depois disso, beber muita água potável.

Planta pinhão-paraguaio, pinhão-bravo, pinhão-de-purga ou purga-de-cavalo

Com fruto semelhante a uma ameixa, pinhão-bravo é uma planta extremamente venenosa (Foto: R. K. Henning/ Wikimedia Commons)

O fruto dessa planta parece uma ameixa e suas sementes são venenosas. Ao consumir esse vegetal, a pessoa vai apresentar vômitos, cólicas, diarreia, desidratação.

Quem consumir essa planta deve imediatamente beber bastante água potável e colocar para fora tudo o que consumiu da erva.

Planta pessegueiro-bravo

 

A semente do pessegueiro-bravo provoca forte intoxicação (Foto: Cassio Rabuske da Silva/ Reprodução Site UFRGS)

A semente do pessegueiro-bravo pode causar uma intoxicação muito grave. Nesses casos, você deve procurar imediatamente um serviço médico de urgência.

Mandioca-brava

Parecida com a mandioquinha comestível, mandioca-brava é altamente tóxica (Foto: David Monniaux/ Wikimedia Commons)

O seu aspecto é muito parecida com a mandioquinha comestível, que também é conhecida como aipim ou macaxeira.

Para livrar-se do veneno, você deve fervê-la em muita água potável. A intoxicação causada pela mandioca-brava é grave e você deve, se a consumir por engano, procurar imediatamente o serviço de urgência.

Planta saia branca ou trombeteira

 

 

 

Com flores parecidas com a copo-de-leite, planta saia branca é extremamente venenosa (Foto: KENPEI/ Wikimedia Commons)

Esta é uma planta ornamental de flores brancas, pendentes como copo-de-leite.

Quando consumida, ela causa febre, boca seca, rubor na face, pupila dilatada, agitação, alucinações e delírios. Você deve vomitar tudo o que ingeriu e procurar ajuda médica.

Outras plantas tóxicas
Nabo venenoso, lírio-do-vale, coração-de-Maria, íris, coroa de cristo, loureiro, erva-de-passarinho, pedófilo, trepadeira venenosa, cogumelos, cicuta venenosa, quatro horas, broto de batata, diefembácia, caroço de cereja e caroço de damasco.

Todas essas são plantas que igualmente as inicialmente citadas são altamente tóxicas, extremamente venenosas e portanto não devem ser consumidas em chás ou outros remédios caseiros.

fonte-https://www.chabeneficios.com.br/planta-toxicas-para-nao-fazer-chas/

 

ALERTA! CUIDADO AO COLOCAR CEBOLA CRUA NA GELADEIRA – AQUI ESTÁ O PORQUÊ!

Quantas pessoas não guardam cebolas dentro da geladeira?

É exatamente sobre esse costume que falaremos neste post.

Apesar de a cebola ser um ingrediente bastante popular, nem todo mundo sabe como se deve armazená-la.

Quando são bem conservadas, as cebolas podem durar até meses.

 

No entanto, a geladeira não é exemplo de lugar ideal para guardar alhos e cebolas – pois elas só os conservam por alguns dias.

Isso acontece porque a temperatura baixa faz com que os bulbos murchem mais rápido.

Quem explica bem é o Departamento de Agricultura Americano.

Imagem: iStock

Segundo ele, as baixas temperaturas levam o amido da cebola a ser convertido em açúcar, o que acaba acelerando o processo de apodrecimento.

O ideal para conservar a cebola é uma temperatura inferior a que encontramos na maioria das cidades brasileiras.

No entanto, nada tão frio quanto o refrigerador da sua casa.

Entre 10 e 25 graus é possível manter o bulbo por um bom tempo.

image: data:image/gif;base64,R0lGODlhAQABAIAAAAUEBAAAACwAAAAAAQABAAACAkQBADs=

Além de deixar a cebola murcha, a geladeira também pode causar proliferação de fungos.

Segundo especialistas, as cebolas devem ser guardadas num lugar seco, fresco e bem ventilado, de preferência dentro de sacolas de malha.

Você pode usar meia calça velha para fazer isso, como mostra a imagem abaixo:

A cebola é um alimento de baixa caloria e que deixa qualquer comida de panela mais saborosa.

Ela é rica em vitamina C, complexo B e sais minerais, como fósforo, ferro e cálcio.

Além disso, possui grande quantidade de flavonoides, que têm propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes.

Quer saber mais?

A cebola é excelente contra infecções, por isso combate gripes e resfriados.

Além do mais, colabora no tratamento de problemas nos estômago e ajuda a dissolver coágulos sanguíneos.

É exatamente por todos esses benefícios que vale a pena mudar o hábito de guardar a cebola na geladeira e conservá-la corretamente, para preservar melhor suas qualidades.

Enfim, é hora de você fazer como os especialistas recomendam para tirar melhor proveito desse maravilhoso alimento.

Este é um blog de notícias sobre tratamentos caseiros. Ele não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.
Leia mais em https://www.curapelanatureza.com.br/post/03/2017/alerta-cuidado-ao-colocar-cebola-crua-na-geladeira-aqui-esta-o-porque#A59HKF5lqSXiDAZF.99

 

Livre-se da Herpes em 1 Dia Usando Este Simples Truque

O óleo de hortelã, vem sendo utilizado em tratamentos terapêuticos, que incluem excelência no alívio das dores, melhora na digestão e doenças respiratórias.

Rico em vitaminas A, C, B2 e importantes minerais como magnésio, cálcio e ferro, o óleo de hortelã tem cheiro agradável e é hoje amplamente utilizado na fabricação de pomadas, sabão, xampú, cigarros, creme dental, gomas de mascar e chá.

Porém, já é possível encontrá-lo inclusive em cápsulas ou comprimidos, para facilitar o tratamento de doenças.

Nossa dica especial de hoje, apresenta uma lista de benefícios oferecidos pelo uso desse magnífico óleo, incluindo uma descoberta terapêutica que pode ajudar, e muito, você que tem problemas com herpes.

Benefícios do óleo de hortelã

1. Auxilia no tratamento de herpes

Devido sua forte ação antimicrobiana, o seu uso pode ser muito eficaz nos tratamentos de herpes, com a facilidade de poder ser usado sem preocupações e a um custo bem mais acessível;

2. Trata estômago e intestino

Promove um relaxamento, auxiliando o alívio de espasmos do cólon de forma eficaz;

3. Promove ação expectorante

Promove descongestionamento, alívios de tosse, asma bronquite e sinusite;

4. Alivia o estresse

Possui efeito energizante, estimulando uma sensação de bem estar;

5. Reduz a febre

Basta esfregar um pouco de óleo de menta e um pouco de óleo de coco no pescoço e planta dos pés para alívio da febre rapidamente;

E tem mais, o óleo de menta pode ainda ser usado como repelente natural, para o alívio de cólicas em bebês, energizante e anti-ansiedade, promovendo inclusive um equilíbrio maior na saciedade durante as dietas

Atenção: as dicas do site não substituem uma consulta ao médico.

fonte-https://www.facebook.com/ReceitasSupreme/